Só Jesus Cristo é o Senhor

Uma Grande Afirmação

Introdução: A primeira estratégia do diabo para derrubar a raça humana foi colocar a dúvida nos corações de Adão e Eva, pois a duvida desestrutura toda certeza espiritual que um ser humano ou humanidade pode ter. por isso a duvida tem pairado no mundo desviando pessoas, propósitos, sonhos, mais nesta noite nós vamos estudar sobre um assunto que abala as mentiras do diabo. Lançando sobre terra todas as suas artimanhas e dúvidas. nós vamos estudar sobre umas grandes afirmações e elas são:

Graciosamente ele nos amou. Verdadeiramente ele morreu por nós. Inexplicavelmente ele Ressuscitou. Felizmente alguns serão salvos.

Todas estas palavras são invariável isto é não podem mudar são verdades absolutas na Classificação adverbial que indica circunstâncias diversas advérbio de Modo: assim, calmamente e quase todas as palavras terminadas em mente. Intensidade: muito, pouco, intensamente.  Afirmação: sim, certamente.

TEXTO:

(João 4:42) -  E diziam à mulher: Já não é pelo teu dito que nós cremos; porque nós mesmos o temos ouvido, e sabemos que este é verdadeiramente o Cristo, o Salvador do mundo.

Graciosamente ele nos amou. (João 3:16) - Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Deus pela sua infinita graça deu o seu único filho por nós, mesmo sendo nós pecadores, rebeldes e sem afeição nenhuma, ele decidiu nos amar e conceder a cada um de nós a oportunidade a paz em seu filho.

(I João 4:9) – Verdadeiramente se manifesta o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos.

Deus não só nos amou mais ele manifestou esse amou entregando o que ele tinha de mais precioso naquele momento, o seu filho. A vinda de cristo a terra e verdadeiramente a manifestação do grande amor de Deus.

Verdadeiramente ele morreu por nós. (Romanos 5:8) - Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que verdadeiramente Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.

Para o homem parecia não ter solução, isto é não tinha mesmo, mais cristo se fez expiação por nós levando sobre si as nossas transgrecões, ele se fez pecado sem ter pecado algum o justo por o injusto uma permuta onde o cordeiro morre por amor.

(Mateus 27:54) - E o centurião e os que com ele guardavam a Jesus, vendo o terremoto, e as coisas que haviam sucedido, tiveram grande temor, e disseram: Verdadeiramente este era Filho de Deus.

Mesmo que os cientistas querem duvidar, questionar, a deidade de cristo e o seu nascimento virginal, o seu sacrifício perfeito eles não conseguirão, pois o cordeiro é perfeito.

Inexplicavelmente ele Ressuscitou.  (Lucas 24:34) - Os quais diziam: Ressuscitou verdadeiramente o Senhor, e já apareceu a Simão.

Mais profundo que a graça e sublime que o amor é a vitoria da ressurreição, inexplicavelmente ele ressuscitou, ultrapassando os limites da física e da imaginação do homem natural ou de qualquer expectativa da razão humana ele não podia só amar, morrer sem ressuscitar pois a ressurreição lançou satanás no inferno e concedeu dons aos homens, vitoria oportunidade de vida, esperança, salvação ECT...

Felizmente alguns serão salvos. (João 8:36) - Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.

Muitos ouvirão o chamado de salvação, perdão e amor do senhor e serão atraídos, até a cruz com lagrimas no rosto se converterão ao chamado do messias, e terão restauração em vossas vidas, famílias, casamentos, historias.

(João 8:31) - Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos;

Autor: Pastor Geciano Vieira

Mensagem ministrada no culto da (ceia) família no dia 10 de julho de 2011 no templo da igreja batista nova aliança em Guadalupe Piauí.

Observação: vidas se reconciliaram com cristo onde houve um grande mover do espírito santo

www.gecianovieira.webnode.com.br

prgeciano@hotmail.com

gecianovieira@yahoo.com.br

 

 

Pesquisar no site

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons Neil Armstrong2  Redação: Pastor Geciano Vieira