Só Jesus Cristo é o Senhor

O Pastor Daniel Mastral Responde 36 Perguntas Sobre Varios temas (Batalha Espiritual).

1) Meu marido não é convertido. Posso entrar em Batalha Espiritual?

R. Não! A Palavra nos ensina que: "Não penseis que vim trazer paz à terra. Não vim trazer paz, mas espada. Pois eu vim trazer divisão entre o homem e seu pai, entre a filha e sua mãe, entre nora e sogra. Assim, os inimigos do homem serão os seus próprios familiares" Mt.10:34-36 Notem que, embora já estivesse previsto este tipo de divisão, por amor a Jesus. Não há nada que mencione que haveria divisão entre o homem e sua mulher, 
entre o marido e sua esposa. Pois são uma só carne, e não se pode ir para a 
guerra com meio corpo, com o corpo mutilado. Amós 3:3 diz: "Andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?" Primeiro acerte sua casa, depois vá para a guerra. O maior campo de Batalha que temos é em nossos lares, pois ali está a principal célula da sociedade e 
da Igreja. Como pensar em conquistar o Bairro, a Cidade e Nação para Jesus 
se sua casa não for de Jesus? Primeiro conquiste seu cônjuge para Jesus, 
depois terá a verdadeira autoridade para militar na Batalha Espiritual.

2) Qual o melhor tipo de jejum que devo fazer?

R. O melhor tipo de jejum é aquele que Deus te direciona a fazer. Daniel, por exemplo, não pensou em orar e jejuar durante 21 dias. Mas orou até que obteve a resposta do alto. Por vezes, Deus nos dá a direção clara do tempo e modo do jejum. Em outras, não. O modo também é o Espírito Santo quem determina. Não há "receita" para isso. É total dependência de Deus!

3) Posso fabricar o óleo de unção descrito em êxodo? Qualquer um pode usa-lo?

R. O Texto de Êxodo 30:22-33 dá-nos a receita deste óleo de unção. Porém o texto também diz que ele deve ser feito de acordo com a arte do perfumista. Versículo 25. Existe, portanto um modo de preparo. Não é só misturar os ingredientes como se estivéssemos fazendo um bolo. Para isso há de ter conhecimento e unção para prepara-lo. Hoje podemos usa-lo. Todo filho de Deus que tem o selo do Espírito Santo é Sacerdote real em Cristo e tem autoridade para usa-lo. Porém esta autoridade não é algo adquirido, é 
conquistada. Como ensinamos em nossos Seminários. Deixo aqui uma sugestão. A Claude Bergére, empresa cristã, e cujos proprietários conhecemos e podemos atestar sua idoneidade, fazem este óleo com todo o rigor. Importam a matéria prima, consagram os ingredientes, e tem conhecimento da arte do perfumista, e autoridade para produzi-lo. Porém, é importante ressaltar que não há poder no óleo. Este é um símbolo. O Poder está em nossa fé em Jesus. Podemos também consagrar óleo de oliva. Mas o que sair disso já descamba. Devemos respeitar princípios Bíblicos com zelo.

4) O G12 é de Deus?

O princípio aplicado entendemos que é de Deus, sim. Resgata valores da Igreja primitiva, e fortalece o corpo de Cristo. Porém em alguns casos o inimigo encontrou brecha. Muitos, na precipitação, formaram líderes na letra, em curto prazo. Pessoas sem autoridade, unção ou chamado, foram colocados como "líderes de célula". E passam a ensinar doutrinas humanas, ou deslocam a Palavra para seu ponto pessoal de vista, muitas vezes indo contra a visão da Igreja ou ministério em que faz parte. Indo contra o Pastor titular. Isso fragmentou igrejas, dividiu. Pois onde o diabo encontra hospedeiro para lançar sua contaminação ali ele as deposita. E foi o que aconteceu com vários ministérios. Células que pregam coisas diametralmente diferentes e fora da visão central do ministério. Eu mesmo conheço pessoas 
que foram nomeadas "líderes" que me disseram com tristeza e espanto: "Não tenho chamado para ser líder, não tenho vontade de ser líder, não gosto de ser líder, mas preciso dizer alguma coisa na minha célula, então invento coisas, pois foi meu pastor que me intimou a ocupar esta liderança".

5) Tenho problemas com homossexualismo. Ou com drogas. Como devo proceder?

R. O primeiro passo é reconhecer o problema. Depois confessa-lo para Deus. A Palavra nos ensina que: "O que encobre suas transgressões, nunca prosperará. Mas os que as confessa e deixa, alcançará misericórdia" Pv.28:13. Por vezes, mesmo confessando para Jesus, há uma forca maior que por vezes nos impele ao pecado. Em determinados casos é muito importante se submeter à libertação e cura interior. Que nada mais é do que a aplicação prática de Tg 5:16 "Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros 
para que sareis. A oração do justo muito pode em seus feitos". Há ainda casos mais complexos de pessoas que foram atingidas de forma brutal. Isso ocorre quando se é violentado na infância. Recebemos muitos casos assim. Para níveis mais graves, sugerimos, além da ministração espiritual, um acompanhamento com um profissional cristão. No caso, um psicólogo, que ajudará neste processo de cura de forma completa. Para isso 
costumamos indicar o trabalho do G.A. - veja o endereço e telefone no site.: 
www.missao.grupodeamigos.nom.br

6) Um crente pode se envolver na política?

R. A Bíblia abre um precedente para esta questão quando nos conta a história de José que foi Governador do Egito, e ao ocupar este cargo de poder foi instrumento poderoso nas mãos de Deus. Davi, também, homem segundo o coração de Deus foi rei, e um excelente rei! Porem devemos ver esta questão de forma completa. Os judeus da época de Jesus esperavam um libertador político, que os livrasse do jugo de Roma. Jesus não foi um libertador político, tão pouco pleiteou cargos políticos. Jesus libertou e liberta vidas, cura os enfermos, restaura, renova, nos da a paz que transcende nosso entendimento. Paulo, mesmo sendo cidadão romano não buscou estar no senado, na política a fim de "restaura-la". A restauração é nas vidas, na Igreja! Paulo fundava Comunidades, ensinava, curava, pregava! Este é o principal papel da Igreja. Saquear o inferno, libertar os cativos, pregar as boas novas, e acima de tudo buscar nela mesma a Santificação. Vejo muitos pastores pleiteando cargos políticos, fazendo promessas que se eleitos vão mudar a história desta nação, vão restaurar o Brasil, vão fazer acontecer, etc. Mas estes mesmos homens não conseguirem nem ao menos restaurar suas igrejas, suas vidas. Não conseguiram ajudar suas ovelhas, seu rebanho. Como então almejar algo maior, sem antes ser benção onde Deus os colocou? Jesus vai voltar! 

E não vai restaurar o contexto político, pois este esta sendo preparado para que se cumpra o que está escrito em Apocalipse. O anticristo vai vir! Jesus voltará para buscar sua Noiva, sua Igreja Santa, Restaurada, limpa! Nossa maior preocupação deve ser em buscar em nossas vidas, a restauração do altar, em nossos corações e em nossos púlpitos. Como agradar a Deus quando, damos púlpitos de nossas igrejas a políticos do mundo para que "dêem uma palavrinha ao povo"?! Conseguimos imaginar Moisés, chamando Faraó para dar uma "palavrinha" no tabernáculo? Impensável, não, é? Mas é exatamente isso que muitos estão fazendo. Nem sempre com más intenções, mas por falta de conhecimento (Os.4:6). Claro que não descarto aqueles que realmente tem o chamado para militarem no cenário político. Mas estes estarão lá, mandados por Deus, para levar a Palavra que liberta vidas, levar luz onde há trevas. Para que muitos possam conhecer a Jesus e serem libertos. Jesus esta preocupado com as vidas,e quer seus filhos onde estas vidas perdidas estão, para que sejam libertas. O grande segredo de separarmos a alma do espírito nesta questão é observar os frutos. Se o chamado é verdadeiro haverá frutos palpáveis, como foi com José. Se não houver frutos...foi alma, somente isso. Somente madeira e 
palha. É tempo de buscar acima de tudo o Reino de Deus, e o mais nos será 
acrescentado.

7) Quem é o Marlon?

R. Nossa luta não é contra sangue e carne. Não denunciamos pessoas, denunciamos o engano. A quem Deus tem interesse Ele mesmo tem revelado. E o faz com um propósito: gerar oração por esta vida. Deus não revela coisas para saciar nossa curiosidade.

8) Mais pessoas da Irmandade se converteram?

R. Sim. Mas muitos, por ora, preferem o anonimato. Estão congregando em igrejas que temos indicado. O inferno está sendo saqueado!

9) Como saber se eu sou um "Selado" ou um predestinado por Deus?

R. Quem chama também capacita. O chamado também implica em treinamento. E dependendo do seu chamado haverá diferença no seu treinamento, na unção, e na expressão de seu trabalho. Não há muitos como Paulo, Elias, Moises, Davi, João Batista, etc. Deus escolhe vasos de honra e os prepara para fazer diferença na história. Se você sente paz quanto a seu chamado, e tem buscado o treinamento, não só em conhecimento, mas também está disposto a ser forjado e treinado no fogo, no deserto, na caverna. Este toque de trombeta é 
para você! Em nosso livro "Voz do que Clama no Deserto", falamos melhor sobre isso. Sobre o chamado, o treinamento e a conquista de autoridade que gera este processo. Paulo provou, Moises provou, Elias provou, e você também provará o Poder de Deus em sua vida que aceitar passar pelo deserto, e amar a Deus acima de todas as coisas! Deus tem chamado muitos para serem as vozes que irão preparar o caminho para a volta de Jesus o Cristo!

10) Qual a literatura que você recomenda aos que querem aprender mais sobre Batalha Espiritual?

R. Primeiro a Bíblia, claro! Fico impressionado quando pergunto nos Seminários quantos ali leram a Bíblia ao menos uma vez na vida! Poucos levantam as mãos. Queremos poder, unção, ver o sobrenatural de Deus, etc. 
Mas não o buscamos de todo nosso coração. Perdemos tempo na frente da TV,do computador, mas não dedicamos 10 minutos no dia para orar, ou ler a Palavra. Como provar o Poder de Deus assim?

11) O que acha sobre uso de piercing e tatuagens em evangélicos?

R. Não vejo nada de mal nisso, desde que as tatuagens não tenham temas satânicos ou perniciosos. Já vi evangélicos com tatuagens de "Jesus", ou com desenhos de flores, etc. Isso é inócuo. No velho testamento há condenação a marca no corpo. Mas no contexto da época, eram marcas feitas a faca, em consagração a entidades demoníacas. O caso dos Piercings, também. Mulheres furam a orelha. Outros furam o nariz! Conheço muitos homens e mulheres que são segundo o coração de Deus, são vidas integras, ilibadas, honestas, limpas e que amam a Jesus acima de todas as coisas e tem tatuagem ou usam piercing. Isso não muda o coração. Porém, também conheci muitos que usam terno e gravata e são podres, hipócritas, mentirosos, desonestos, e que tem prostituído a fé. Amam a si mesmos, embora tenham um rótulo evangélico. Deus esta interessado no coração, na vida. Não em sua aparência. Ou será que a aparência física de João Batista, vestindo pele de camelo, comendo gafanhotos e morando no deserto era símbolo de beleza física? Mas aos olhos de Deus ele já era grande diante do Senhor e cheio do Espírito Santo já desde o ventre materno. Não devemos julgar as aparências. Deus vê e se alegra com o coração!

12) Como você reage a fofocas e boatos que por vezes envolvem sua pessoa?

R. Não me importo com isso. Deus é meu Juiz. Conhece-se a boa árvore pelos seus frutos. E Deus tem operado através de nossas vidas. Não só na colocação de nossos livros que figuram entre os mais vendidos no segmento gospel, mas também nos Seminários. Também se não fossemos pessoas serias não teríamos o apoio de tantos e tantos ministérios espalhados pelo mundo. Com Deus não se brinca. No entanto, isso é fato histórico. Sempre aconteceu. Jesus foi acusado pelos líderes religiosos de seu tempo de ter parte com Belzebu, 
Paulo teve sua fé questionada muitas vezes, José foi desprezado pela sua família, etc. Até nos dias de hoje ouvimos boatos pejorativos sobre a pessoa de Jesus, muitos embalados em rótulo "espiritual". Quem já não ouviu falar de que Jesus teve um caso com Maria Madalena? Ou que João tinha uma "quedinha" por Jesus. Ou que Davi de Jônatas eram homossexuais? Boatos sempre existiram e sempre vão existir. Faz parte. Pois o inimigo sabe que em nosso meio há solo fértil para lançar estas contaminações, infelizmente. E Deus simplesmente abomina quem semeia contenda entre irmãos. Os propagadores de boatos, serão julgados por Deus, e ninguém fica impune a este julgamento.

13) Você usa CPF falso?

R. Esta pérola não poderia ser mais tola. Como a maior rede privada de bancos do Brasil aceitaria em seu cadastro um documento falso, inexistente? Uma vez que todo sistema esta interligado! Minha esposa quando abriu conta não tinha ainda CPF – era estudante. Abriu no nome do pai dela. E o CPF era dele. Quando ele faleceu, solicitamos junto ao banco a regularização, o que levou algumas semanas. Fim do 'mistério'! rsrsrsrs

14) A respeito da Capelania que você citou em seus livros, muitos boatos surgiram, e até teve um documento que foi exposto na internet contestando seu livro, o que tem a dizer?

R. Não citamos pessoas ou ministérios em nosso livro. Descrevemos tão somente situações. Algumas podem se encaixar com fatos do dia a dia, e tornam-se meras coincidências. Outras nem tanto. Mas no tocante ao assunto em pauta, o Presidente do Órgão que nos atacou, veio pedir perdão a nossa liderança, pois reconheceu que agiu precipitadamente, sem conhecimento total dos fatos. Tal retratação esta aqui divulgada no site, publicada para todos verem. Mas alguns preferem não enxergar.

15) O que você tem a dizer a respeito desta frase: 'Daniel não fala com ninguém nos Seminários, logo ele é 'estrela'!'.

R.Cada Seminário tem duração média de dez horas, com dois intervalos com uma hora cada. São, portanto, oito horas de Palavra. Oito horas que passo falando. Preciso, como todo ser humano, de descanso nos intervalos, para recompor a voz e buscar do Alto o renovo de Deus. Se eu fosse atender a todos que solicitam, e com cada um falasse apenas dez minutos. (creio que um tempo mínimo, para ouvir, orar e dar uma resposta estribada nas escrituras), levando em conta que o público médio nos Seminários é de 500 participantes. Tal procedimento levaria cerca de 5.000 minutos ou 83 horas!!! Ou seja, para cada Seminário de 10 horas eu teria que ficar ainda mais de três dias e noites sem dormir para atender a todos. Limitação humana, tão somente. Não conheço nenhum preletor que consiga tal proeza. 

16) Seu livro é uma mentira?

R. Esta nem precisava responder. Não importa se acreditam o não em nossos livros, pois não sabemos de todas as coisas. A Bíblia diz que sabemos em parte, e em parte conhecemos, em parte profetizamos. Importa que creiam na Bíblia, pois ela é a expressão majoritária da verdade, é esta verdade que liberta! Não precisa crer no Daniel, tem que crer em Jesus. Mas se for necessário provas para aceitar alguns fatos narrados por nós, isso não é possível, pois temos que preservar as vidas. Nossa luta não é contra o sangue e carne. A Bíblia mesmo tem aparentes contradições. Ou você crê por fé ou não crê. Isso é algo de foro íntimo de cada um. Quem tem o Espírito Santo saberá discernir a verdade, sempre!

17) Dizem que você não se dá bem com sua família, poderia explicar?

R. Não penseis que vim trazer paz à terra. Não vim trazer paz, mas espada. Pois vim trazer divisão entre o homem e seu pai, entre a filha e sua mãe, entre nora e sogra. Assim os inimigos do homem serão seus próprios familiares' Mt.10:34-36. Davi, aparentemente, não se dava bem com Eliabe, seu irmão mais velho. José aparentemente não se dava bem com seus irmãos, que o venderam. Jesus também deixa claro quem é sua família (Mt.12:46-50). São aqueles que fazem a vontade do Pai. Parte da minha família lateral (pois minha família central é composta de minha esposa e meu filho), ainda não é convertida. Como não há comunhão entre luz e trevas, há sim, divergências que só serão sanadas com a conversão para Jesus. Não há rixa, divisão, falta de amor, mas também não há convivência estreita devido a disparidade de pensamentos e posições religiosas. Nada de novo abaixo do sol. Jesus já disse que isso ocorreria. Continuo orando e procurando dar bom testemunho de vida a eles. E isso já resultou na conversão de alguns familiares. 

18) Isabela também tem problemas com o lado da família dela? E diante de tantas divisões familiares como é possível desenvolver um Ministério?

Da parte de Isabela, há somente dois convertidos. Com os demais da família não haveria mesmo estreitamento, pois nos consideram “loucos”. A Bíblia é rica em informações e muito atual, pois as histórias se repetem ao longo dos séculos, mudando somente o nome dos protagonistas.
Jesus já deixou claro que viria para dividir. Que os inimigos do homem seriam seus próprios familiares. Havia irmãos de Jesus que não criam Nele! Certamente seus corações estavam contaminados pela inveja que a fama de Cristo ganhava a cada dia. Veja com atenção João no Capitulo 7. Davi, homem segundo o coração de Deus, teve um problema com seu irmão mais velho, Eliabe. Que proferiu a ele palavras duras. Havia ali certamente muita inveja, pois quem foi ungido pelo profeta fora Davi! José foi vendido pelos seus irmãos. E o motivo? De novo, inveja! Moisés foi vítima de uma rebelião estimulada pela sua irmã Miriã. Que, mesmo a Palavra lhe conferindo o título de profetisa (Êxodo 15:20), entrou nela inveja, ciúmes da notoriedade e autoridade de Moisés. Deus a disciplina, e há arrependimento. E quando há arrependimento e mudança de atitudes, o convívio é restaurado. Quando não há, resta só o perdão...Pois é algo incondicional. Mas, a convivência é algo condicional, pois é lastreada em respeito e amor mútuos. Vemos que até entre irmãos de sangue pode haver divergências. Inclusive, se eles professam a mesma fé! Nem sempre haverá o veneno da inveja. Paulo e Pedro, por exemplo, tiveram sérias divergências, que os separaram. No entanto aquela separação não foi alimentada por críticas mútuas, pois ambos colaboravam para o Reino e desempenharam seus ministérios com autoridade e poder. Em suma, Davi não deixou de cumprir seu propósito por causa de seu irmão. Jesus não deixou de cumprir a promessa por causa de sua família, José não deixou de ser instrumento de Deus, por causa dos seus parentes. Isso faz parte da vida. Faz parte das escrituras sagradas. É o preço a ser pago. Da parte de Isabela, foi liberado perdão. Mas só é possível convivência diante de mudança de atitude da outra parte. Davi não chamou Eliabe para estar junto dele no Palácio, quando assumiu o trono. Em vez disso chama Mefibosete. Pois queria ser grato ao amigo Jônatas. 
Há amigo mais chegado que irmão! José não dividiu o palácio com seus irmãos, perdoou, mas não vemos convivência estreita de imediato. Há tempo para todas as coisas. Tempo de abraçar a e tempo de afastar-se de abraçar (Eclesiastes 3:5)


19) Você já teve dívidas que não conseguiu saldar?

Sim, como todo brasileiro...Como todo ser humano sou sujeito à falhas. Todos heróis da fé erraram. Mas nunca fiquei devedor por dolo, sou bem meticuloso e jamais projeto despesas sem antes calcular muito bem a expectativa de receita. Nunca escondemos de ninguém que somos feitos de carne e osso! Jamais procuramos passar uma imagem de super-heróis. Seriam fácil. Publicaríamos somente nossos acertos e omitiríamos os erros. Pronto! Mas A Bíblia não é assim. Fala dos erros também, da humanidade, das quedas; de Davi, Moisés, Pedro...
Como missionários que somos, receita é sazonal, flutuante. Não temos férias, décimo terceiro salário, convênio médico, cesta básica, vale refeição, etc. Vivemos literalmente pela fé a cada dia. Ah! Mas Daniel já deveu no cartão de crédito! Mas isso não é crime! Crime é algo planejado, arquitetado, aí sim, é crime de estelionato! Não corre contra nós nenhum processo criminal ou civil. Perante a lei dos homens não somos criminosos. Perante aos olhos do Pai também não. Pois Deus tudo sabe. Sabe que aceitamos a cruz. As perseguições, as lutas, as dificuldades. Já tive por várias vezes contas de telefone e luz cortadas. Por outro lado se eu tivesse optado em receber meus royalties da editora, algo lícito e justo, não passaria por isso. Mas aceitamos a direção do Alto em pegar nossos vencimentos em livros a fim de abençoar os nossos irmãos, vendendo a preços especiais nos Seminários. No próximo ano, vou diminuir esta retirada em livros e pegar parte em reais. Uma vez que 60% das compras em cheque são sem fundos! Recebemos ao longo de 10 anos mais de 400 cheques sem fundo. Muitos são de líderes, infelizmente. Se, por um milagre, todos nos pagassem, compraríamos um apartamento pequeno à vista!

Há anos atrás, por inexperiência, e por confiar demais em homens, comprei passagens aéreas com meu cartão de crédito pessoal. Para ter reembolso posterior da Igreja. Cai nesta cilada por quatro vezes. E nas quatro não fui reembolsado. Quantos Seminários, Igrejas sem integridade não deixaram de nos pagar a parte que nos cabe das inscrições? Uma vez que este valor, além de ser nosso sustento, também custeia os custos gráficos que temos com os livros que são distribuídos a cada participante. Imagine um Seminário com 800 participantes. E imagine a igreja não nos pagando nada! Com quem fica o débito com a gráfica? Conosco. Muitas vezes tivemos que recorrer a empréstimos pessoais para saldar estes compromissos, que acima de tudo são compromissos da Igreja de Cristo, firmadas em Nome de Jesus, mas assinadas com mentira.

Há pouco tempo recebemos um cheque de R$ 3.500,00 reais. Um irmão que disse ter uma livraria comprou quase todos os livros que levamos em um Congresso para vender. Pediu uns dias para que depositássemos. Aceitamos e confiamos. Este foi o cheque de número 408 que acumulamos sem fundos. Devolvemos o cheque ao emitente, ficamos com uma cópia para controle pessoal. Se um dia ele puder, nos pagará...Dos que fizeram esta promessa nos dez anos que temos de Ministério, apenas cinco a honraram. Até notas falsas já recebemos em Seminários!Este foi dos motivos pelos quais que, a partir do próximo ano, visitaremos somente ministérios que conhecemos e nos receberam com honestidade e integridade, oferecendo ao Reino a Excelência que Ele merece!

Como é fácil arremessar as pedras...”Daniel é isso, ou aquilo!”; “Veja o que ele fez!” ;“Veja o que ele não fez!” “Ouvi dizer que...dizem por aí...”; “Eu acho que...”; “Eu discordo...” “...Uns diziam: Ele é bom. Outros respondiam: Não, ele engana o povo”. João 7:12 

Como já dizia Shakespeare: “Vasos vazios são os que fazem mais barulho”.

Mas não é fácil receber as pedradas...Quantas propostas não recebo para entrar na política e “ficar rico”, como dizem os que a fazem. Nada contra crente na política, mas eu não tenho este chamado. Isso não me atrai. 
Creio que há crentes íntegros no cenário político. Mas para isso é necessário um chamado genuíno. 
Quantas propostas recebo para “fundar uma Igreja que será um império!”. Como dizem os que a fazem...Há Ministérios idôneos, honestos, justos, íntegros. Mas há também empresas da fé, infelizmente....Não tenho chamado pastoral, sou missionário. E vamos levar as boas novas até que Deus nos leve! Se, Isabela tivesse recebido a sua herança que é dela por direito, já seriam mais duzentos mil reais no orçamento! Optamos por não brigar, perdoamos, e entregamos nas Mãos de Deus. Se nosso objetivo fosse ficar ricos, já o seríamos...
Se nós fossemos medíocres profissionais da fé já estaríamos ricos. Mas nada temos. Não tenho casas, carros, terrenos, empresas. Meu patrimônio pessoal é zero! Porém temos outras coisas que dinheiro não compra: temos paz, temos alegria, temos fé, temos amor, temos uma família sólida. Aprendemos a nada ter, mas possuindo tudo!

20) Identifico-me com o que você tem passado. Já tive que processar certa vez um irmão na fé, que me lesou. Depois, acabei sendo questionado por alguns religiosos. Afinal podemos ou não entrar com ação judicial contra irmãos na fé? O que a Palavra nos orienta a respeito?

O crente não está cima das leis. Se um crente furar o semáforo será multado. Se roubar, pagará pelo seu erro, e assim por diante. Temos também deveres como cidadãos, e o direito de um termina onde começa o do outro. Isso é básico. Mas vou dar respaldo na Palavra:

“Mas agora vos escrevo que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador. Com tal nem ainda comais. Que me importa julgar os que estão de fora? Não julgai vós os que estão dentro? Mas Deus julga os que estão de fora. Tirai do meio de vós este iníquo.” I Co 5:11-13

Fica claro que se alguém se diz “irmão”, mas não age como irmão, não merece ser tratado como tal. Nem se sente a mesa com ele! Um irmão verdadeiro é motivado pelo amor, pelo perdão, pela edificação, pela unidade. Não se envolve com mexericos, fofocas, contenda, calúnias.

Quem não age nestes preceitos age como falso profeta, falso irmão.

“Pois os tais falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo. Não é de se admirar, pois o próprio Satanás se transforma em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transformem em ministros de justiça. O fim deles será conforme suas obras.” II Co 11:13-15.

A Palavra fala por si mesma.

Estes dias tive o privilégio de assistir um pequeno vídeo de uma criança de apenas 13 anos, e que levou ao batismo mais de 100 vidas! Dedicava-se todos os dias, ao menos uma hora para pregar a Palavra, ajudar ao próximo, orar, etc. Aquilo mexeu comigo. Quanto tempo não passamos atrás de um computador, na internet, promovendo intrigas, contendas, fofocas? Quanto tempo não passamos diante da TV assistindo programas degradantes? Quanto tempo não desperdiçamos com tolices? Tempo que seria melhor investido no Reino, na unidade, no fortalecimento da Noiva, na pregação da Palavra...

Jesus está voltando, o tempo é curto! Temos que usar este tempo enquanto há tempo! É tempo de rever nossos valores.

21) Quem é o anticristo?

R. Não sei. Não sabemos quem ele é, ou quando certamente ele se manifestará. A Bíblia nos dá pistas, mas só o Pai sabe quando isso irá acontecer. Eu, particularmente, vejo o cenário global sendo transformado em um imenso palco para o anticristo. O calendário Maia, por exemplo, alega o fim dos tempos, ou inicio de uma nova era, em 21.12.2012. Muitos que abraçam a Cientologia crêem em um novo mundo...Um novo recomeço. Se isso fosse fato, seria necessário haver um novo líder mundial, uma nova ordem de comando. Pelo calendário do satanismo, pautado em sua lógica numerologia cabalística, seria o ano de 2013 para o inicio do governo do anticristo. Comento isso com mais detalhes no Seminário Nível I. Por esta “lógica” tudo irá remeter ao numero 9. Nas 3 datas que eles acreditam serem importantes figuram: 2002 (tudo deve ser preparado para o governo mundial); 2006 (o anticristo deveria começar a aparecer publicamente); e em 2013, o início de seu governo. Somando os dígitos das datas deixando somente uma cada decimal teremos como produto 9 de novo. Curiosamente, Obama, um fenômeno de influencia e votos é o 44 presidente americano... Seu sucessor, provavelmente indicado por ele, será o 45, e iniciará o comando em 2013.

Na nota de um dólar vemos um circulo com uma pirâmide no centro (símbolo de poder, remete ao antigo Egito – assunto expandido em nosso Seminário Nível II), e em baixo os dizeres em latim: Novus Ordo Seclorium. Que significa: “Nova Ordem Mundial”. Isso é aponta do iceberg.

Porem destaco que o mais importante de tudo não é saber sobre o anticristo e sim estarmos prontos para a volta de Jesus, o Cristo! O tempo está próximo!

22) Existem pessoas más, ou tudo é influencia satânica?

 

R. Nem tudo é culpa do diabo. Há influencia do meio, há deformações de caráter de conteúdo genético e, há também a influencia espiritual. Este é um assunto que desmembramos melhor no Seminário III que fala de Cura e Libertação. É preciso discernimento para separar esta questão com sabedoria.Li um livro recentemente intitulado “Mentes Perigosas” cuja autoria é de uma psiquiatra renomada, e há um breve prefácio da Glória Perez (escritora e novelista). Ela faz uma citação que achei bem interessante.

“Psicopata não tem semelhante. Ele nem sabe o que é isso.A maioria deles não chega ao assassinato, ainda que todos vivam de matar: sonhos, esperanças, e a confiança que os outros depositaram neles.” O curioso quando se entra nesse lado sombrio do ser humano, somos defrontados com uma verdade assustadora. A essência do mal entrou em nós.Fruto do pecado. Deforma caráter, inverte valores, defrauda vidas. Satanás ativa fogueiras adormecidas, potencializa esta capacidade de maldade nata. Cria “monstros”! Que acabam por ser instrumentos do mal. Matando a fé, roubando a paz, a alegria, as esperanças. Destruindo famílias, ministérios. Sem nenhum arrependimento. Segundo a abordagem do livro, que considero bem equilibrada, apenas 4 % da população mundial tem deformidades gritantes de caráter, chamados de sociopatas, ou psicopatas. Mas este pequeno número se une. O Mal se une. Para deixar um rastro de maldade e destruição. Mas as pessoas ditas como de BEM, se dispersam. Curioso é que isso é o que vemos em muitas Igrejas. Muita divisão...Enquanto o satanismo se une cada vez mais. Não é maioria, mas provocam grandes estragos em uma casa dividida. O antídoto para isso: Jesus Cristo! Arrependimento, confissão de pecados, deixar o pecado. Viver com a capacitação do Espírito Santo. Viver Cristo!

23) Sou praticante de artes marciais. Em seu livro você relata que praticava Kung Fu e conquistou até títulos. Mas notei que seu nome não consta na Federação Paulista de Kung Fu. O que tem a dizer sobre isso?

R. A resposta é simples. Questão de ser bom observador. Conquistei campeonatos, em um momento em que ainda não existia no Brasil estes órgãos.Nem a Federação Brasileira de Kung Fu, e nem a Paulista. A Paulista foi fundada em 1989 e a Brasileira em 1992. E mesmo depois de sua fundação houve ainda um tempo para a coisa se estruturar a nível Nacional. Tanto que o esporte ainda nem é Olímpico. Creio que em breve deverá ser. Eu participei de uma apresentação em 1992 no Ginásio do Ibirapuera, por ocasião na inauguração da Federação Brasileira. Foi um marco neste esporte de combate. Tenho até hoje a carta convite escrita a mão pelo Mestre Francisco D´Urbano. Nasci em 1967. Aos 10 iniciei a prática. Portanto ano de 1977. Pratiquei assiduamente, treinando de 6 horas por dia, todos os dias. Meu primeiro Professor foi o Levi Leonel, discípulo do Mestre Marco Natali. Depois de algum tempo ele não pode mais continuar naquela academia da Pompéia. Eu assumi as aulas. Mas continuava meus estudos em duas outras academias: Na Associação Shaolin de Kung Fu presidida pelo Mestre Lee Wing Kay e seu discípulo Dirceu Amaral, na Av. Rebouças. E também treinava na UNK – União Nacional de Kung Fu, presidida pelo Mestre Marco Natali, e que posteriormente passou ao comando para o Mestre Dani Hu – Hoje coreógrafo da rede Globo. Com o tempo passei a lecionar na UNK também, estilos Wing Chun e um curso básico de armas chinesas. Posteriormente, treinei um pouco com Dani Hu, na Liberdade, onde ele lecionava estilo Serpente. Também pratiquei um estilo no Centro Social Chinês, com o Mestre Fernando Machon Yung, criador de um estilo peculiar, chamado União de Estilos. Nove ao todo...

Pratiquei pugilismo do DEF, na Barra funda, atual Baby Barioni. Acabei sendo expulso porque não quis cortar o cabelo. Era bem comprido naquele tempo. Muitas vezes quando voltava dos treinos parava no Cine Havaí, na Turuassú, para ver filmes de Artes Marciais. Hoje o mesmo lugar é a Sede do Ministério Bola de Neve.

Aos 18 anos eu já tinha boa técnica e conquistei alguns títulos. Mas os campeonatos eram feitos em academias, ou em pequenos locais improvisados. Às vezes era em um ginásio, outras em escolas. Não havia um controle central. Por isso meu nome não figura nos arquivos, que foram elaborados posteriormente. Também participei de torneios com 19 e com 20 anos de idade. E de dezenas de exibições. Até hoje, como recordação, guardo alguns destes arquivos em vídeo. Exceto os que estava canalizado (quando servia ao engano), estes eu joguei fora. Quando eu tinha 20 anos, ou seja em 1987. Não existia ainda nenhum órgão oficial. Acabei por lecionar em várias academias. Quatro na Pompéia, uma destas a do ex-jogador de Basquete, o Carioquinha. Participei de uma apresentação na primeira feira de artes da Pompéia.Onde também havia exibições de capoeira, etc.Dei aulas por cerca de 2 ano no Centro de Aperfeiçoamento Físico da faculdade de Administração Hospitalar São Camilo, na Pompéia. Foi dos lugares em que mais gostei de lecionar. Isabela, minha esposa, foi inclusive minha aluna. Deus me deu uma palavra especifica para abandonar a prática marcial. Eu o fiz e não me arrependo. Bem, tentei ser o mais objetivo e completo possível. Espero ter tirado esta dúvida do irmão. E se existe em sua vida alguma dúvida sobre praticar ou não Artes Marciais, peça um sinal ao Pai. Eu pedi, e ele me deu!

24) Uma pergunta íntima: o que mais te magoa, o que te deixa mais abatido?

Tenho recebido bastante este tipo de pergunta. Por isso a coloco aqui.A resposta não é fácil de ser dada. Há muitas coisas que nos magoam. Não só a mim, mas a você, que agora lê estas linhas. Vou me estribar no que mais nos afligem: Falta de amor. O desdobramento deste componente é enorme, abrangendo um grande leque de destruição e tristeza. Muitas vezes nos sentimos meio que “abandonados”, jogados a deriva. Pessoas se aproximam de nós, juram lealdade, amizade, compromisso. O tempo passa, e quando precisamos de uma mão, um ombro...só vemos as costas. Pessoas que não estendem a mão, só apontam o dedo. Falta de amor...

A boca fala do que o coração ta cheio. Ver vidas destilando veneno de destruição, caluniando, promovendo contendas, refletem um coração sem amor. Isso nos abate.Ver desleixo em Igrejas...Louvor que clama a presença de Deus, enquanto canta. Mas, depois que Deus está ali, ministrando atreves do profeta. O “louvor” ta comendo pipoca fora da Igreja e falando alto. Falta amor...

Pastores que apascentam a si mesmos, que mentem, que nos roubam.Isso nos deixa abatidos. Pois como todo ser humano, fazemos planos, temos sonhos, expectativas...Falta de amor, deforma caráter, afasta a unidade, promove destruição.Ver líderes tornando-se profissionais da fé, enganando o povo. Vendo as ovelhas como mero fluxo de caixa, e não como vidas preciosas para Jesus. Certa vez, um líder proeminente, me confidenciou: “Tenho o objetivo de crescer 500% ao ano. Criei uma “fórmula”: preciso Batizar pelo menos 100 pessoas por mês, para aumentar o roll de membros e com isso ampliar a receita. Criamos células para todos os fins. Não importa o que você acredita, sua base doutrinária, o que me importa é que esteja aqui, na minha igreja, dizimando e ofertando neste lugar. Você crê na Batalha Espiritual? Vá para a célula tal. Não crê? Vá naquela outra! Há células para casados, descasados, separados, para homossexuais, para viciados, para quem crê na maldição hereditária e para quem não crê. Células de prosperidade, de cura, de libertação. Células que estudam demonologia, e até se você não crer em Jesus tem célula aqui!” Concluiu em tom de zombaria.

Isso corta meu coração...dói muito ver o nome de Jesus virando mero comércio... Reflexo da falta de amor verdadeiro. Já notou que na Índia, por exemplo, um local extremamente politeísta, todos se respeitam? O seguir o do deus tal não critica o seguidor do deus X. Não há promessas espalhafatosas de curas, milagres, ou de prosperidade instantânea. Eles apenas adoram as divindades...sem esperar nada delas.

Ver irmãos meu na fé se relacionado com Deus na base do toma lá dá cá. Nos entristece...

Isso é falta de amor...

Mais de uma vez, Deus me disse para ofertar tudo o que eu tinha em uma vida. E tudo, muitas vezes era muito para mim. Abri mão de sonhos, se conquistas, de dar uma presente ao meu filho, de comprar um sapato novo ou de um jantar com a família em um restaurante. Obedeci. Nunca recebi como oferta de uma única pessoa, nem a metade que semeamos em vidas. Entendi que quem semeia quer colher, claro. Mas não necessariamente será o dinheiro. Será em paz, em saúde, em felicidade, em estrutura familiar, em unção, em autoridade. Pois isso é fruto da obediência. E só obedece ao Pai quem ama ao Pai acima de todas as coisas. Espero ser um instrumento de benção Nas Mãos do Pai, e ser um colaborador para o plantio das boas sementes. E quem sabe, meu filho não poderá contemplar no futuro uma nova Igreja, restaurada, adornada, limpa, unida...Este é meu sonho, minha esperança. O motivo de minha vida.

25) Li sua carta de Outubro – 2009 e surgiu uma dúvida. O senhor não foi liberto através de um processo de Libertação, ancorada na Maldição Hereditária? O que houve? Mudou de opinião?

R – Quanto mais conhecimento você agrega em sua vida, maior será seu campo visual do mundo a sua volta. É como contemplar a cidade do alto de um edifício. Sua visão será mais ampla. Quando somamos conhecimento em nossas vidas, isso nos eleva a patamares mais altos, e vemos muitas coisas sob outro angulo, mais maduro. 
O que ocorreu comigo, há anos atrás, foi algo Rhema para minha vida. Uma “formula” que deu certo, pois estava impregnado em meus conceitos, os ritos. A forma ritual que foi conduzida minha libertação foi uma ferramenta usada por Deus naquele processo específico. Não posso usar da mesma metodologia em todos os casos. Fazer de uma experiência pessoal doutrina, é algo que não concordo. Na época eu não tinha parâmetros para comparar nada. Não sabia de nada sobre a Bíblia. Então, aceitei, pois entendia aquilo como verdade absoluta. 
Nosso Deus é um Deus de benção, não de maldição. O texto que dá estribo para o conceito da maldição é pautado em Ex.20:5 – mas, nos esquecemos de ler o conjunto da frase. Ele também visita até 1000 gerações dos que fazem a Sua vontade. Se usar parâmetro matemático para tal, poderíamos comparar o grau de maldição com o grau de benção. Maldição 3 a 4, e benção 1.000.
Isso, transformado em percentual matemático, daria: 0,4 para maldição e 99,6% para benção. 
Josué desfrutou da benção e não da maldição, embora sua geração estivesse fadada a tal...
Hoje, conhecendo mais da Palavra, e provando pela experiência com Deus, vejo que maldição hereditária não se enquadra nos conceitos da Palavra. 
“Os pais comeram uvas verdes e os dentes dos filhos que embotaram?”
Os pais não escovam os dentes e os filhos tem cáries?
Porém, vale ressaltar que muitas vidas são libertas neste modelo de Libertação. Pois precisam do elemento visual para crer, estão presas nos ritos. Como pessoas que vem da Umbanda, Quimbanda, etc. Outras serão libertas no modelo que apresentamos. Isso não nos coloca melhor ou pior do que ninguém. Importante lembrar que o Ministério de Paulo e Pedro eram diferentes. Houve até contenda entre eles. Mas a historia nos mostrou que Deus usou ambos. Cada qual de uma maneira. É a multiforme graça de Deus!

26) Porque não foi mais explicito, citando claramente nomes de ministérios e falsos profetas comprometidos com o engano? Deus não é luz? Não é a Verdade?

Nossa luta não é contra o sangue a carne. Meu esteio é a Palavra. E não vejo relatos de Jesus citando nome dos fariseus, dos escribas, dos doutores da lei, etc. Ele se reportava a uma classe contaminada, com hipocrisia, falsidade, mentiras. Eram venenosos como as víboras! Mas, Ele não cita nomes. Não cita o nome do anticristo. Ele nos dá os sinais que remetem aos verdadeiros a aos falsos. Por esta razão não citamos nomes, pois amamos as vidas, mas abominamos o pecado. Eu falo o que Deus quer que eu diga. Todos querem falar sobre os profetas, mas não querem ouvi-los. Não me preocupo em agradar homens, em ter o prestígio dos políticos, em fazer parte dos grandes Congressos. Importa-me agradar a Deus. Prefiro ser amigo de Deus amigo dos homens (dos falsos crentes) . Muitos querem conhecer a Jesus. Mas isso tem valor? Eu digo que não!
Imagine, você indo visitar o Lula, no Planalto. Você chega na porta e diz: “Vim ver o Lula, eu conheço ele!”. Mas se ele não te conhecer, você não entra. Dirão a você – “Aparta-te daqui, não te conhecemos!”. Com Jesus não é assim? Muitos dirão Senhor, Senhor...mas não entrarão...pois Ele não os conhece. E como conhecer o verdadeiro Cristão? Pelos frutos!!! Olhe a sua volta...procure os frutos. Frutos de paz, unidade, amor, perdão...
Quantas falsas profecias presenciamos? Que teríamos um presidente evangélico em 2006, que Jesus voltaria em 2007, etc. Nada ocorreu. Pois tais palavras não vieram da boca de um verdadeiro profeta do Senhor. A Palavra adverte! Leia Dt. 18:21-22. Eis ai o segredo...pelos frutos conhecemos a boa árvore. 
Há muitos? Deixe que os frutos falem por si mesmos...


27) O senhor de certa forma não esta inserido neste “sistema comercial”, uma vez também vende seus livros?

Digno é o trabalhador do seu salário. Veja bem, estou dizendo TRABALHADOR. Aquele que labuta, luta, sua, sangra, estuda, viaja, priva-se de tantas coisas...para servir ao Reino. Temos 15 livros publicados e 5 DVD´s. Fruto de trabalho honesto e digno, resultado de anos de estudos e pesquisas, sem contar com o forjar de Deus. Temos ainda mais três projetos de livros a serem executados e mais um projeto de DVD (sumariando o curso Extensivo de Batalha Espiritual – cuja algumas fotos vocês podem ver neste site). Abrimos mão de muitas coisas para seguir os propósitos de Deus. Nos privamos de tantas outras. Missionário não tem férias, 13º salário, convênio médico, etc. E temos um filho para criar. Não é contra a lei, escrever livros e vende-los, pois a compra é um processo voluntário. O mesmo se reflete nos Seminários. Há um custo, evidente. De material gráfico, deslocamento, preparo de material audiovisual, estudos. Sem contar com o desgaste natural de falar por cerca de dez horas, bem como o peso espiritual e mental. O que semeia as coisas espirituais é JUSTO que recolha as materiais. Jesus recebia ofertas, e seu tesoureiro era Judas. Mas, pondero, que eram ofertas voluntárias, expontâneas, e não direcionadas pela alma, pela emoção, ditando valores, estipulando quantias. Isso, ao meu ver, é deplorável. Deixo aqui uma dica: se alguém for muito bom em pedir ofertas, não oferte, pois você estará diante de um profissional da fé, e não diante de um Homem de Deus. Pois Deus não age assim. Quem convence é o Espirito Santo, e não argumentação humana, estribada na neurolingüística, coação ou ameaças.


28) Existe um remanescente Fiel, de verdade?

Sim, existe! Graças a Deus! Deus falou alto comigo nas ultimas semanas, e remodelou alguns conceitos que eu carregava. Vou mostrar e provar nos Seminários que este fato é real. É o mesmo Espirito Santo agindo....em todo o mundo!!! A Mesma Voz! Saiba, leitor, que você não está sozinho, Deus esta levantando pessoas sérias, integras, honestas, valorosas. Homens e mulheres segundo o Seu coração! Você faz parte deste grupo? Sonde seu coração.

29) O que acha do último escândalo envolvendo evangélicos que oram depois de receberem propina, agradecendo a Deus pelo dinheiro sujo que receberam? Isso foi de alto impacto na mídia, e abalou a opinião popular. O que tem a dizer a este respeito?

Há pouco tempo, em um Congresso, falando para um grupo de mais de 500 pessoas, perguntei: "Quem já foi ferido pelo diabo?"

Uma parte ergueu os braços. Logo em seguida fiz outra pergunta, direcionado pelo Espírito Santo: "Quem já foi ferido pela Igreja?". Lamentavelmente, quase todos levantaram as mãos, muitos já envoltos em lágrimas.
Paradoxalmente, a Igreja que deve ser o instrumento de restauração, tem sido instrumento de escândalo, de divisão, de feridas em muitas vidas.
Não podemos, evidentemente, generalizar e dizer que a Igreja é falida. Há ministérios sérios, comprometidos, há homens de Deus que acima de tudo, buscam o Reino, claro! É o remanescente Fiel.

Porém, vemos hoje, um direcionamento apontando homens. Vejo preletores que divulgam suas imagens, com fotos tiradas em estúdios, maquiados, com cabelo arrumado por um profissional, fazendo caras e bocas, e expressões de "santos". Estão divulgando o ministério ou o homem?

Não consigo imaginar Jesus fazendo este papel ridículo.

Vemos a banalização dos tais "Atos Proféticos". A Palavra nos ensina que se o povo se arrepender e buscar a face de Deus, Ele sarará a terra. ( II Cr. 7:14 )

Isso promove o Poder de Deus. A Igreja primitiva gozava disso – Atos 2:44-49 – todos eram unidos. Caminhavam na mesma direção. Sem inveja, orgulho, divisões. Isso nos revela a verdadeira característica apostólica: Unidade, repartir o pão, amor, oravam juntos, louvavam juntos!!!

Como disse certa vez meu Pastor, o Bira; falar com postes, imagens, monumentos, derramar óleo no chão da praça, não muda nada sem arrependimento, sem amor. A Bíblia não diz:"Façam atos proféticos".
Mas diz: amem uns aos outros, orem uns pelos outros, evitem comentários tolos que nada edificam, sejam misericordiosos, etc.O que vemos é uma degradação em massa.

População carcerária aumenta, crimes aumentam, corrupção aumenta, pestes se alastram, alagamentos, vendavais, destruição, etc.

E os "Atos proféticos"? O que fizeram para atenuar isso?
Nada!

Vi, com espanto que "profetizaram" que em 2006 teríamos um presidente evangélico. Não tivemos.

Vi com assombro que Jesus voltaria em 2007 e em um sábado. Não veio. E estas coisas foram ditas por pessoas supostamente "sérias" e respeitadas. (Dt 18:22)

Mas, se estivessem vivendo no Velho Testamento seriam apedrejadas. Pois era assim que faziam com os falsos profetas.

Vejo com certo asco, manobras evangélicas para alavancaram determinados políticos, alegando que quando ele, ou eles, estiverem lá, no poder, vão restaurar o Brasil!

Mas, o que temos visto, a mostra deste vídeo é apenas a ponta do iceberg.
E são estes que irão "restaurar o Brasil"?

São estes que a igreja tem apoiado? São estes que entregarão as “chaves da Cidade para Jesus”?Se não restaurarmos os valores da Igreja Primitiva. Que acima de tudo buscava o Reino de Deus, em vez de buscar cursos de "Atos Proféticos", temos que buscar os Atos Concréticos.

É tempo de vacinar a Igreja com a verdade de Cristo! O povo não será enganado por muito tempo, pois há sede pela verdade. E ao notarem que certas manobras: profecias, prosperidade, etc. Não resulta em vida com Deus, nem em transformação, estes falsos líderes vão cair.

Muitos começaram com seriedade. Mas foram corrompidos pelo pecado. Chegaram a "zona de conforto" e acham que nada mais os pode atingir. Entra o Orgulho...

Muitos dirão a Jesus: Senhor, Senhor...e Ele dirá: aparta-te de mim, não te conheço!

A Marca do Crente é o Amor! Basta de “estrelas e constelações”. A Única Estrela que deve brilhar em nosso meio é Jesus Cristo!!!

Por isso devemos retomar os preceitos de Cristo, orar e vigiar sem cessar.
Jesus está voltado! Você está preparado?

Veja a entrevista no portal Guia-me

30) Há fontes que alegam que enriqueceu as custas de explorar a fé do povo. O que tem dizer sobre isso?

R. A Bíblia nos ensina que o soldado não vai a guerra por sua própria conta. Quem semeia as coisas espirituais que colha as materiais. Se você não tem o chamado para a trincheira, que mande provisões para a trincheira. A Obra do Senhor possui um custo financeiro. A Palavra também nos ensina que digno é o trabalhador do seu salário! Nosso trabalho é, além de Ministros do Evangelho, ser escritores. É um trabalho justo e digno!

Uma vez alguém me disse: “Se você quer ter o que os outros não tem, faça o que eles não fazem. Estude, enquanto muitos dormem, ore enquanto muitos estão saindo para festas. Se consagre, enquanto muitos perdem tempo e vida em discussões intermináveis na Internet, etc”

Portanto a receita é simples: querem ter o que tenho?

Aceite o chamado de Deus, abandone seu emprego confortável, vá contra sua família – pois Jesus disse que traria divisão em famílias – passe 8 a 10 horas por dia estudando, pesquisando, escrevendo. Implore ajuda, ore, chore, interceda. De passos de fé. Escreva ao longo de 10 anos 15 livros. Desenvolva 4 temas de Seminários distintos, sem plágio. Ministre cada um deles por mais de 10 horas – com dois intervalos de 1 hora cada. Pesquise fontes, ilustre a Palavra com filmes – mais de 150 ao todo – imagens (mais de 1.500 ao todo). Estude profundamente história antiga, medieval, conheça o contexto de cada situação narrada nas escrituras. Leia a Bíblia toda, mais de uma vez – leia 21 vezes! Estude o desenvolvimento de civilizações antigas que foram base para o diabo plantar sofismas: Maias, Incas, Astecas, Celtas, Caldeus, Persas, babilônios, Egípcios. Etc.

E
stude ciências sociais. Conheça física, química, biologia, esteja atualizado no contexto político, engenharia genética, globalização, etc.

Busque as bases médicas para a depressão, as doenças do cérebro, e as fontes Bíblicas da Cura. Desenvolva um curso Extensivo de Batalha Espiritual com 36 horas de carga horária, com temas profundos e complexos, seguindo os passos do Mestre, mas vendo além da letra!

Aceite os cravos: as perseguições, as calúnias, as difamações, as acusações, as perseguições (animais nossos morreram envenenados), suporte a pressão psicológica de malucos que ameaçam a sua vida e de seus familiares.Tenha poucos amigos, e suporte a dor de ser traído por alguns destes que tanto investiu...

Ore pelo menos 3 horas por dia. Estude a palavra diariamente. Viva literalmente para a Obra, pela fé, a cada dia. Dependendo do Maná. Não sendo jamais perdulário, mas sempre buscando no Senhor onde semear.

Preste auxilio a 67 missionários por todo o Globo. Orações, aconselhamento, estudos, provisão, ensino, etc.

Trabalhe doze anos sem férias, sem 13 salário, sem convênio médico – só temos convênio há alguns meses: presente de Deus que usou vasos de honra – etc.

Lance 5 DVD´s! Quatro com o resumo dos temas expostos nos Seminários e um do Testemunho. Passe horas, dias acompanhando a edição. Para depois quando for vender isso para irmãos de pouca fé...ser roubado. Já acumulamos mais de 500 cheques devolvidos em 12 anos de Ministério.

Submeta-se a passar dias fora de casa. Longe da família, do filho, da esposa...Dormindo em lugares distantes, para lançar as sementes do amor onde poucos iriam. Horas na estrada...

Suporte ser “impopular”. Ser banido de “Grandes Eventos”. Porque você aceitou seguir o caminho de Cristo, e recusou-se a seguir um roteiro, criado somente para extorquir o povo.

Tenha hombridade de dizer não para o pecado. E sim para a vontade de Deus! Recuse propostas sujas, e aceite os açoites. Agradeça a Deus por tudo isso!

Mantenha-se humilde. Ore, vigie todos os dias para que o Pai conserve em sua vida um coração limpo, puro! Não deixe que o orgulho te faça tropeçar. Jamais torne-se um profissional da fé! Não se venda!

Admita suas falhas. Faça mais, publique-as! Divulgue suas fraquezas mais profundas com toda sinceridade, sem esconder nada! E aceite o julgamento maldoso por tal ato!

Separe tempo para ajudar vidas. Visite locais onde muitos desprezam: asilos, prisões, hospitais, creches.
Estenda a mão, sempre! Nunca, aponte o dedo! Não julgue! Mas, saiba: será julgado!

Se agir assim...Terá o que tenho: paz, alegria, uma família maravilhosa, amigos verdadeiros. Poucos, mas verdadeiros!

Você não será rico! Pois eu não o sou. Moro de aluguel, meu carro é financiado até a volta de Jesus, não tenho reserva financeira.

Mas, tenho conforto, tenho um lar, meu filho tem uma boa educação. Não nos falta o pão. Nem o que vestir. Nem o que investir no Reino, nas vidas, nas missões, nos necessitados, nos abatidos...

Tenho fé! Creio na provisão diária. Não faço planos para o futuro, pois este pertence a Deus. E o amor e as misericórdias do Pai se renovam em mim a cada dia.

Este é o segredo! ( I Pedro 3:10 ).

31 - O livro “Meu Devocional” deverá sair quando?

Atualmente, estamos trabalhando com afinco a fim de concluir um trabalho que será nossa “Obra Prima”. Capacitados pelo Espírito Santo, evidentemente.

Escrevemos livros há vários anos, lemos muito também.

Temos em casa uma vasta Biblioteca de assuntos diversos. Esta bagagem nos auxilia a abarcar conhecimentos que podem ser lapidados, melhorados.

Hoje, sem dúvida, temos mais maturidade literária do que há dez anos atrás.

Abandonamos temporariamente “Meu Devocional” a fim de dar prioridade ao novo projeto.

É uma história de ficção, porém, terá mais velocidade de leitura e mais emoções do que “Filho do Fogo”, nosso primeiro livro. 
(Que em breve será traduzido para o Espanhol atingindo todo o mercado hispânico e alcançando mais vidas pelo Globo! Será uma experiência a fim de observar o desdobramento da Obra em outro idioma

Pesquisar no site

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons Neil Armstrong2  Redação: Pastor Geciano Vieira