Só Jesus Cristo é o Senhor

O Batismo Com O Espírito Santo

aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; ele [Cristo] vos batizará COM o Espírito Santo, e com fogo. (Mateus 3:11)

Muitos livros e artigos têm sido escritos sobre o batismo com o Espírito Santo. A maioria deles toma como axiomático [isto é, toma como verdade garantida evidente indiscutível e a ser assumida como ponto de partida para todas as deduções] que a palavra "com", da maneira como é empregada naqueles textos que eles usam como prova, prova que o Espírito Santo é o "agente ativo BATIZADOR" [isto é, a personalidade que pratica a ação de batizar]. Mas [uma pergunta demonstra que o axioma é falso]: uma vez que João batizou "com" água, por que eles também não defendem que a "água" foi o "BATIZADOR" e não João???

Consideremos primeiro o que o batismo com o Espírito Santo NÃO é.
 

Não É A Vinda, Recebimento, Presença, Nem A Habitação Pelo Espírito Santo

... Toma a Josué, filho de Num, homem em quem há o Espírito, e impõe a tua mão sobre ele. (Números 27:18)

Então entrou em mim o Espírito, quando ele falava comigo, .... (Ezequiel 2:2)

. . ., e testificaste contra eles pelo teu Espírito, pelo ministério dos teus profetas; .... (Neemias 9:30)

. . . o Espírito de Cristo, que estava neles, indicava, anteriormente testificando .... (1 Pedro 1:11)

. . .  vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim vós sois como vossos pais. (Atos 7:51) (ver Luc 3:22 & Mat 3:16)

. . . O Espírito de verdade, ... mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós. (João 14:17)

... [Jesus] assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo. (João 20:22) (antes de Pentecoste). (ver 7:39; 12:16,23)

O recebimento, a vinda, a presença, a atividade, e a habitação pelo Espírito Santo não foram restritos ao Novo Testamento. O Espírito Santo, foi recebido, veio, estava presente e ativo antes mesmo que alguém jamais tivesse sido batizado com o Espírito Santo em Pentecoste. Portanto, estes [o recebimento, a vinda, a presença, a atividade, e a habitação] não podem ser o batismo com o Espírito Santo. 

 

Não É o Enchimento Com o Espírito

E o enchi do Espírito de Deus, ...  (Êxodo 31:3)

E o Espírito de Deus o encheu de sabedoria, entendimento, ciência e em todo o lavor, (Êxodo 35:31)

... e [João] será cheio do Espírito Santo, já desde o ventre de sua mãe. (Lucas 1:15)

. . . e Isabel foi cheia do Espírito Santo. (Lucas 1:41)

... E Zacarias, seu pai, foi cheio do Espírito Santo, e ... (Lucas 1:67)

E Jesus, cheio do Espírito Santo, ... foi levado pelo Espírito ao deserto; (Lucas 4:1)

E não vos embriagueis com vinho, ... mas enchei-vos do Espírito; (Efésios 5:18)

Os santos do V.T. foram cheios com o Espírito de Deus. O Espírito do Senhor "caiu sobre" Ezequiel (Eze 11:5) e estava sobre Simão (Luc 2:25). João, Jesus, Isabel e Zacarias foram cheios com o Espírito, muito antes de Pentecoste. Hoje, cristãos estão ordenados serem cheios com o Espírito (Efe 5:18), mas nunca foram ordenados serem batizados com o Espírito. O "encher-se" do Espírito não é o batismo com o Espírito Santo, tanto quanto o "encher-se" de vinho não é o batismo com vinho. Os crentes podem ser continuamente "cheios do Espírito Santo" (Ato 6:3-5) mas nunca estão continuamente em estado de batismo (de nenhum tipo).

 

Não É Um Batismo Pelo Espírito, Para Dentro de Cristo

E eu, ... vos batizo com água, para o arrependimento; mas ... ele [Cristo] vos batizará com o Espírito Santo, ... (Mateus 3:11)

Um só Senhor, uma só fé, um só batismo; (Efésios 4:5)

Alguns removem o batismo na água, de 1Cor 12:13 Rom 6:3 e Gal 3:27, substituindo-o por um batismo místico, a imersão para dentro do corpo de Cristo, ocorrendo no instante da salvação [o agente é o Espírito Santo e o meio é o corpo de Cristo]; como Jesus Cristo não batiza santos para dentro de Jesus Cristo, aquelas pessoas forçam Jesus Cristo a ser o "ELEMENTO OU MEIO DENTRO DO QUAL A IMERSÃO É FEITA" e forçam o Espírito Santo a ser a "PESSOA AGENTE, QUE OPERA O BATISMO." Todavia [segundo Mat 3:11], Jesus é a única divina "PESSOA-AGENTE QUE OPERA O BATISMO," e o Espírito Santo é o único divino "ELEMENTO OU MEIO DENTRO DO QUAL A IMERSÃO Ë FEITA" (Mat 3:11). Assim, dois diferentes batismos com o Espírito! Mas não há senão "UM" batismo relevante e válido, desde Efe 4:5 até agora, fazendo todos os outros batismos inválidos. Muitos batismos podem ser encontrados nas Escrituras assim como há muitos deuses, senhores e fés, mas há um só e exclusivo batismo, um só e exclusivo Deus, um só e exclusivo Senhor e uma só e exclusiva fé.

Os Carismáticos clamam que foram batizados pelo Espírito Santo, mas não podem produzir o que foi visto, o que foi ouvido, ou o que foi sentido em Pentecoste. Batistas, que clamam ser batizados pelo Espírito Santo no instante de sua salvação, não sentiram, não ouviram, nem viram nada parecido. Eles devem estar clamando um batismo completamente diferente daquele de Atos 2, um segundo batismo do Espírito contrário ao "UM BATISMO" de Efé 4:4-5. Escolha qualquer um destes dois "batismos do Espírito". Ou, senão, escolha o batismo com água!

 

A Tipologia do Velho Testamento


Nossos pais estiveram todos debaixo da nuvem, e todos passaram pelo mar. 2 E todos foram batizados em Moisés, na nuvem e no mar, (1 Coríntios 10:1-2)

 ... a nuvem cobriu o monte. E a glória do SENHOR repousou sobre o monte Sinai, e a nuvem o cobriu  ... chamou a Moisés do meio da nuvem. E o parecer da glória do SENHOR era como um fogo consumidor ... (Êxodo 24:15-17)

... Assim Moisés acabou a obra. 34 ¶ Então a nuvem cobriu a tenda da congregação, e a glória do SENHOR encheu o tabernáculo; (Êxodo 40:33-34)

... 13 E ouvi o ruído das asas dos seres viventes, que tocavam umas nas outras, e o ruído das rodas defronte deles, e o sonido de um grande estrondo. (Ezequiel 3:12-13)

Um batismo público na água do mar precedeu a inauguração pública do tabernáculo escolhido por Deus para benifício dos eleitos e feito sob Moisés. Após Moisés ter terminado seu trabalho, o Pai cobriu a congregação com a nuvem e encheu o tabernáculo com a Glória do Senhor (Êxo 16:10; 24:15-17; 40:34-35). A Glória do Senhor também encheu o templo de Salomão (2Cro 7:1) e Ezequiel  (Eze 3:12-13) com fogo visível e barulhos veementes e impetuosos.

Estes eventos corporataivos não foram o batismo de Pentecoste com o Espírito Santo (mas estamos chegando perto). Mesmo assim, eles foram o tipo que prenunciou aquele futuro batismo. Esta inauguração da casa de Deus, por Ele escolhida para benefício dos Seus eleitos, foi um evento visível, audível e público [e único na História].

 

A Tipologia do Novo Testamento

O batismo em água e glória, de Israel, precedeu a inauguração de Cristo, como o Eleito Comandante, Professor, Guia e Confortador de Sua igreja (Cristo, a casa de Deus, foi preparado e batizado na água, por João - Mar 13:34; Heb 3:6). Após João terminar seu trabalho, o Espírito de Deus desceu e encheu Jesus (Luc 4:1). O batismo na água e no Espírito, tanto de  Israel, quanto de Cristo [na qualidade de] casa de Deus, foram eventos visíveis, audíveis e públicos (Mat 3:16-17; Joã 1:33-34) [e únicos na História]. 

 

O Que o Batismo Do Espírito Foi

... ele vos dará outro Consolador, ... O Espírito de verdade, .... (João 14:16-17)

E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder. (Lucas 24:49)

E, estando com eles, determinou-lhes que ... esperassem a promessa do Pai, que (disse ele) de mim ouvistes. (Atos 1:4)

Porque, na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias. (Atos 1:5)

E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa ...E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. 4 E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem. (Atos 2:2-4)

Os batismos públicos feitos na água e no Espírito, de ambos Israel e o Senhor, precederam a inauguração, em Pentecoste, da casa escolhida por Deus [para benefício dos Seus eleitos] e já existente, batizada na água e comissionada. (Atos 1:4,13-15,23; 2:1; Mat 28:19, 20; Luc 24:47-49). Depois de terminar Seu trabalho, o Senhor inaugurou Sua casa por batiza-la, enche-la e dar-lhe poder, com o Espírito Santo. Este evento profético foi também a "inauguração" do Espírito Santo como o Eleito Comandante e Confortador (Ato 1:2), Iluminador, Guia, Professor, Convidador (Apo 22:17), e o outro Confortador. Tanto João quanto Jesus tinham profetizado este batismo com o Espírito Santo (Mar 1:8; Luc 3:16; Joã 1:33,34; Luc 24:49).

De modo semelhante, esta inauguração da Igreja e do Espírito Santo foi visível, audível, e pública (acompanhada por sinais que jamais seriam repetidos, isto é, um som veemente e impetuoso, e línguas repartidas, como que de fogo).

Tanto os batismos do Velho Testamento como os do Novo Testamento, quer batismos na água ou no Espírito, nunca foram secretos, místicos, nem invisíveis. Eles sempre foram batismos visíveis, audíveis e públicos. Todos os batismos foram eventos públicos!
 

Herb Evans   (traduzido por Valdenira N. M. Silva)



Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (até 1948) são as autênticas Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), são as únicas que o crente deve usar, pois são fielmente traduzidas somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).

Pesquisar no site

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons Neil Armstrong2  Redação: Pastor Geciano Vieira