Só Jesus Cristo é o Senhor

Mulher voce tambem pode Errar

Dar a Você Mesmo a Liberdade de Acertar


1- Disciplina no Lar


A disciplina no lar é um fato que deve ser encarado com responsabilidade pelo pais. É importante que eu e você mantenhamos a disciplina no nosso lar.

A criança precisa ser disciplinada para crescer amando ao Senhor, amando Sua criação e sentindo-se amada pelos pais. Em Provérbios 13:24 a Bíblia nos assegura que usando a vara estamos dando certeza ao nosso filho de que o amamos. O versículo diz:

"O que não faz uso da vara odeia seu filho, mas o que o ama, desde cedo o castiga."

Antes de disciplinarmos o nosso filho, temos que mostrá-lo que, realmente, ele está merecendo ser castigado.

Como já vimos em estudos anteriores, dois princípios devem sempre ser lembrados aos nossos filhos:
1. Honrar a Deus;
2. Honrar a criação de Deus.

É importante incutir na cabeça da criança estes dois princípios básicos.

. Lembre-se que não é correto batermos nos nossos filhos com raiva. Devemos deixar a raiva esfriar e só depois discipliná-los.
. Lembre-se também de nunca bater em seu filho publicamente e nem mesmo diante dos irmãos. Tenha um cantinho especial para as disciplinas.
. Lembre-se ainda que, antes de bater, você deve conversar com seu filho, mostrando o erro dele e dizendo-lhe que você o ama apesar do seu erro. Não esqueça: Logo após a disciplina, abrace-o e assegure-lhe do seu amor.
. Finalmente, lembre-se de que não é certo dar tapas, pois, para isso, temos que usar nossas mãos e as mãos não são para bater e sim para acariciar.

Até que idade se deve bater (mães, lembrem-se que o bater não é para deixar marcas e sim somente para ensiná-la a ser um adulto que faz o que é correto e que agrada a Deus)?
Isto vai depender muito da maturidade da criança. Pode ser com 10, com 11, ou com 12 anos. Depois de decidida a idade que você vai parar de bater no seu filho, então a disciplina muda para perda de privilégios ou deixar de receber algo que gostariam de receber.

Gary Smalley, autor do livro "A Chave Para o Coração do Seu Filho" - livro em que estamos baseando os nossos estudos- disse que seus filhos já adultos decidiram seguir os mesmos passos de seus pais na educação de seus filhos. Isto significa o que? Que eles aprenderam e concordaram com seus pais os métodos usados por eles (seus pais).

Então para encerrarmos esta primeira parte de nosso estudo sobre a educação de nossos filhos, lembremos que devemos incutir nos corações deles: Honrar a Deus e Sua criação pois, com certeza, eles irão honrar as pessoas e as coisas.


2- Comunicando-se Emocionalmente Com as Crianças
 

Uma coisa muito boa que devemos adotar em nosso lar é termos momentos com nossos filhos contando histórias.
Podemos contar muitos tipos de histórias que vão deixá-los interessados e envolvendo seus sentimentos (história bíblicas, histórias dramáticas, de perigo...). Pode ser uma estória ou histórias que falem da nossa infância, quando, por exemplo, estávamos em perigo, com nossos irmãos, nossos pais ou mesmo com nossos avós.
Podemos chegar junto deles e dizer mais ou menos assim:
"- Querem ouvir uma história de quando eu era pequena?" (Com certeza, eles vão adorar!)
Ou podemos dizer assim para deixá-los mais curiosos:
"- Tenho certeza que vocês vão ficar admirados de como me livrei de um perigo!"
Eles vão gostar tanto dessas histórias que vão nos pedir para contá-las um sem número de vezes.

Além dessas histórias devemos contar também e principalmente histórias da Bíblia. Gary Smally, em seu livro, nos diz o seguinte sobre seus filhos: "[eles] gostavam da história da Bíblia sobre o dia em que os discípulos trouxeram um homem endemoninhado até Jesus e Ele expulsou o demônio. Você se lembra, esse demônio era tão poderoso que assustou os discípulos e eles não puderam expulsá-lo sem o auxílio de Jesus. Então eu disse a meus filhos: 'Vocês querem ter certeza de que nunca terão qualquer demônio em vocês?' Com olhos arregalados eles disseram: 'Nós não queremos nenhum demônio em nós!' Então eu disse: 'Bem, mantenham suas consciências limpas diante de Deus e dos homens.' Eles confessaram todos os pecados que já havia cometido... e eu também." Gary Smalley disse que ele mesmo, naquela noite, antes de dormir, teve um reavivamento espiritual.

Quando ele ia contar histórias dramáticas e chegava naquele ponto de máximo perigo, os seu filhos se escondiam debaixo das cobertas e ficavam bem encolhidinhos juntos a ele.
Muitas vezes eles pediam para o pai contar este tipo de história (dramática) mas o Gary dizia:
Não creio que vocês são grandes o suficiente para isso."
 
E eles respondiam:
"Nós já somos grandes, papai! Conta, conta, por favooor!"

Quanto às histórias bíblicas, sempre procure dar uma aplicação prática. Fale sobre perdão, honrar as pessoas, mostrá-las como Jesus nos ama, que Ele nunca nos deixará. Mostre-lhes versículos como:

"E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito." (Rom 8:28)

"Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco." (1Te 5:16-18)

"Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas. Aquele que ama a seu irmão está na luz, e nele não há escândalo. Mas aquele que odeia a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir; porque as trevas lhe cegaram os olhos." (1Jo 2:9-11)

Baseando-se nestes versículos, você pode criar histórias.

Se seguirmos as sábias instruções que aprendemos até agora, com certeza, no futuro, veremos que foram anos maravilhosos e abençoados. Sentiremos saudades!


3- Construindo Amizade na Família


Camaradagem ou amizade entre pais e filhos é algo que eles, quando crescerem, vão sempre lembrar.
Mas, enquanto ainda não são adolescentes, podemos ter muitos bons momentos juntos, pois quando chega esta etapa da vida da criança, ela já começa a ter outros envolvimentos como futebol, basquete, natação e outras atividades que vão deixá-lo sem tempo de sair conosco.
Então, aproveitemos enquanto há possibilidade de estarmos juntos, curtindo estes momentos que serão inesquecíveis.
Estes momentos, muitas vezes, são de experiências dolorosas mas que vão nos unir cada vez mais. São desapontamentos, algumas surpresas, lutas e até mesmo acidentes. "Não importa quão difíceis e terríveis estas experiências pareçam na ocasião", o importante é que todos estejam juntos.

Irmãs, aproveitem estes momentos juntos para vocês se envolverem com seus filhos de maneira pessoal, desenvolverem uma amizade pessoal. Tudo isto é muito importante!

Vejamos, agora, algumas idéias que o autor nos dá, sugeridas por sua filha:

"Diversões Familiares

Atividades no Lar

1. Almoço empacotado: Empacotem um almoço juntos e "Almoce"!

2. Sábado da Alegria: Um sábado por mês façam alguma coisa especial, como visitar o zoológico ou andar a cavalo. Qualquer que seja a atividade, votem em família. Se alguém preferir algo diferente, a sugestão fica para o próximo programa.

3. Sábado preguiçoso: Antes de levantar e começar o dia, todos permanecem na cama e lêem um livro. (Isto acontece mesmo agora que eles já cresceram e nos vêem visitar!)

4. Vamos cozinhar: Escolham aventais que combinem e uma vez por semana (ou mais) todos cozinham juntos. Podem fazer um jantar, assar biscoitos, fazer um bolo ou mesmo brincar de massinha! Deixem que as crianças participem.

5. Domingo quentinho: Todos se enrolam na cama e lêem uma história, cantam uma música, ou lêem versículos antes de se aprontarem para ir à igreja.

6. Festa Infantil das Sextas-Feiras: Esta é uma excelente maneira de começar um fim de semana. Joguem algum jogo, jantem fora, façam um piquenique, escalem uma montanha (não se esqueçam do lanche), pintem pedras que vocês colecionaram ou vejam um filme ou vídeo.

7. Show de Talentos Familiares: (Em casa ou acampando) Planejem durante o dia o que cada pessoa fará para mostrar seu talento. Este programa é melhor quando há uma porção de amigos da família! À noite, "O show vai começar!" Preparem-se para dar muitas risadas.

8. Noite do Papai (ou da Mamãe): Nesta noite, homenageiem o papai ou a mamãe de forma especial. As crianças preparam o prato preferido do homenageado! Acendam as velas e preparem todo o ambiente. O homenageado pode escolher a atividade da noite.

9. Querido Papai (ou Querida Mamãe): Se um dos pais viaja ou está fora da cidade, coloquem bilhetes pessoais em sua bagagem, maleta de mão ou em seus bolsos. Enviar pelo correio é ainda mais divertido!

10. Vamos ao Supermercado: Faça uma lista para cada criança e divirtam-se. Lembre-se de colocar pães para hambúrguer, todos os molhos para sanduíche, leite com chocolate e sobremesa. Você pode até planejar com antecedência e lotar o carro com a família e as comidas e ir para a casa de amigos para uma tarde de "lanche, lazer e brincadeiras".

11. Sanduíches Divertidos: Deixe que as crianças cortem os pães, queijo e frios usando várias formas para biscoito. Que maneira de engolir algo saudável.

12. Dia chuvoso, diversão quentinha: Empilhe alguns cobertores quente e faça uma tenda. Acomode-se e veja a chuva cair. Isto é especialmente gostoso se você tem uma varando grande. Mas, se está muito frio, você pode armar sua tenda dentro de casa. Não se esqueça de um bom livro.

13. Hora de lavar: Se suas filhas gostam de bonecas, então esta é um boas atividade. Organize um pequeno varal com mini prendedores. Mostre a elas o jeito antigo de lavar e secar roupa.

14. Bonecas de Papel: Compre algumas ou faça você mesmo. Aposto como você já esqueceu como elas são divertidas.

15. Quem Quer Brincar: Escolham um jogo mais antigo como o qual toda a família possa se divertir junto. Esconde-esconde, por exemplo.

Divertimentos ao Ar Livre e Saídas

16. Vamos ao Teatro: É importante dar aos filhos o gosto pela cultura: sinfonias, museus, exposições científicas, eventos comunitários, jardins zoológicos, etc. No início, eles podem não gostar muito de algumas destas coisas, mas aprenderão a apreciá-las, se você mostrar interesse nelas.

17. Lazer da Sexta-Feira: É um dia perfeito para ir a uma pista de boliche, bater uma bola ou uma pelada, andar de bicicleta ou até mesmo de patins.

18. Pesquisa de A-Z: Faça uma excursão e procure coisas que comecem com cada letra. Cada um pode fazer uma lista e transformar a procura num concurso entre os participantes.

19. Caçada: Os garotos gostam de caçar com seus pais, mas as meninas também podem apreciar este esporte. Certifique-se a respeito dos regulamentos locais e estaduais, alguns exigem certificados de treinamento. Tiro ao alvo também pode ser divertido.

20. Comida para os patos: Escolha sobras de comida e alimente os patos no parque, um saco de migalhas de pão pode ser uma excelente diversão.

21. Pesque o que você quiser: Numa viagem longa, faça um pequena vara de pescar e amarre um alfinete na linha. As crianças podem pescar do assento do carro e pegar toda sorte de coisas, lápis de cera e livros para colorir e até biscoitos e balas.

22. Isca para os Bichos: Na próxima vez que vocês acamparem numa área de floresta, levem algum tipo de isca para os animais selvagens. Os parques nacionais e estaduais têm regulamentos sobre alimentar os animais, por isso, certifique-se de quais são estes regulamentos, mas pode ser divertido observar os bichos vindo atrás da isca.

23. Acampamento no Quintal: Impossível viajar para um acampamento? Arme a tenda no quintal e durma fora uma noite. Faça cachorro-quente, música ao redor da fogueira e queijo derretido com melaço ou doce de abóbora - pode haver coisa mais gostosa?

24. Posto de Proteção Florestal: Sempre que acampar numa área de floresta, visite o posto de proteção florestal. Os guardas-florestais e empregados do posto podem organizar excursões: a maior parte deles gosta de visitas. A experiência é interessante e ajuda as crianças a entender a importância do trabalho dos guardas-florestais e do combate ao fogo nas florestas."

Adaptando estas sugestões a nós brasileiros, podemos ter bons momentos com nossos filhos que, com certeza, jamais esquecerão dos pais bons que tiveram, dos pais que se importavam com eles, que tinham tempo para eles e que OS AMAVAM.
-----------------------------------------------------------------------------------

Pesquisar no site

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons Neil Armstrong2  Redação: Pastor Geciano Vieira