Só Jesus Cristo é o Senhor

Cura Integral na Familia

CURA INTEGRAL NA FAMÍLIA

 

Que a família com todos os seus membros precisa de cura, todos sabem, porém o que muitos não sabem, é indentificar as causas para encontrar a solução definitiva para o problema.

Deus quer que vivamos com saúde integral, para isso precisamo ver a vida de forma interligada ESPIRITUAL, EMOCIONAL E FÍSICA.  Vamos ficar com o princípio do texto de Ec. 4:12 que diz: "o cordão de três dobras não se quebra com facilidade".

 

 

O CORDÃO DE TRÊS DOBRAS

 

Primeira dobra : Espiritual: Paulo chama de "homem interior". (Ef. 3:16) "Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra,..." (Ef. 5:26)

 

Segunda dobra: Mente, emoções e vontade. (Ef. 4:23,31,32; Rm. 12:2) Nosso psique não de ve ser menosprezado no trabalo de cura.

 

Terceira dobra: Física - Sexualidade. (1 Co. 7:2-5) Cuidar do corpo é se preocupar com o templo do Espírito.

 

O plano de Deus é que todas as áreas de nossa vida precisam ser atingidas pelas soluções divinas. O projeto de Deus não é apenas que estejamos melhorando cada dia, mais do que isto, Ele quer que sejamos transformados a cada dia.

        

O perigo de determinar tudo, considerando um item só da vida. Exemplos:

 

1.    Alguns dizem que tudo é por causa do sexo. É quando a pessoa tenta resolver todo o seu problema a luz do sexo.

2.    Alguns dizem que o problema é psicológico.  É quando se procura psicólogos, psiquiatras, etc.

3.    Alguns dizem que todo o problema é espiritual.  Dizem que se acertar a vida espiritual, tudo estará bem. Se esquecem que a vida física, emocional e espiritual estão interligadas.

 

Integrando a vida na totalidade e permitindo que Deus trabalhe toda a nossa vida. Em Mt. 11:29 Jesus disse: " aprendei de mim e encontrareis descanso para as vossas almas", precisamos deste descanso em todas as áreas de nossa vida. O plano de Deus é atingir nossa vida no espírito, na mente e no físico. 

 

Por que Deus quer nos curar integralmente?

 

 Ele quer transformar o que é tóxico em algo nutritivo. Para entender o que significa o que estou querendo dizer, vamos lembrar 2 Reis 4:38-41 : "E, voltando Eliseu a Gilgal, havia fome naquela terra, e os filhos dos profetas estavam assentados na sua presença; e disse ao seu servo: Põe a panela grande ao lume, e faze um caldo de ervas para os filhos dos profetas. Então um deles saiu ao campo a apanhar ervas, e achou uma parra brava, e colheu dela enchendo a sua capa de colocíntidas; e veio, e as cortou na panela do caldo; porque não as conheciam. Assim deram de comer para os homens. E sucedeu que, comendo eles daquele caldo, clamaram e disseram: Homem de Deus, há morte na panela. Não puderam comer. Porém ele disse: Trazei farinha. E deitou-a na panela, e disse: Dai de comer ao povo. E já não havia mal nenhum na panela".

 

Observe que a sopa, em vez de nutrir estava envenenando, depois que o profeta jogou farinha na panela, algo sobrenatural aconteceu, o que era tóxico, passou a ser nutritivo. Cabe aqui uma pergunta: Que tipo de "sopa" é a nossa vida, nutritiva ou tóxica? Toda pessoa doente no seu espírito, alma e corpo, se torna "tóxica", sendo assim um agente de "toxidade". Deus quer transformar o tóxico naquilo que alimenta, nutre.

 

 

Primeira DOBRA - VIDA ESPIRITUAL

 

Para haver crescimento espíritual, é necessário manter em nossa vida uma mesa, um trono e uma porta aberta.

 

(MESA) , símbolo da comunhão (Sl 128)

 

Infelizmente, nós não valorizamos a mesa como os judeus valorizam. A mesa onde a família faz as refeições deveria ser vista como o lugar do encontro, da comunhão, da reunião de pais e filhos, o lugar que através do tempo imprime impressões positivas ou negativas na vida da família. Isso é tão determinante, que em uma pesquiza chegaram a conclusão que, as famílias bem sucedidas, tem como hábito fazer refeições juntos semanalmente à mesa. Quero pensar nesta mesa, enfatizando o valor que devemos dar à comunhão vertical e horizontal. 

O livro de Salmos nos fala de comunhão no sentido vertica e o livro de Provérbios nos fala de comunhão horizontal.

 

Comunhão vertical: (Vida interior)

 

Quando Deus criou o homem, colocou dentro dele uma vida de comunhão (Ap. 3:20). Salmo 128.3 "teus filhos... à roda da tua mesa". (1 Co. 10.21) "mesa do Senhor".

§         Os animais sairam da terra, (Gn. 1:24,25).

§         Os peixes sairam da água, (Gn. 1:21).

§         As plantas as árvores sairam da terra (Gn. 1:11).

§         As estrelas saíram dos gazes do firmamento, (Gn. 1:14).

§         O HOMEM SAIU DE DEUS (Gn. 1:26,27).

 

A planta só maximissa seu potencial, se for colocada no seu lugar de origem. Se tirarmos a planta da terra, ela morre. Se tirarmos o homem de Deus ele morre.O projeto de Deus é uma vida de comunhão, para isto o ser humano foi criado. Quando se perde esta vida de comunhão o que se tem é uma vida desequilibrada, neurótica, vazia, frustrada e sem sentido. As vezes não sabe porque falta alguma uma coisa, falta comunhão com Deus. O ser humano foi criado para comunhão, como um peixe foi criado para a água. O peixe vive fora d'água?  Vive, mas apenas por pouco tempo. O peixe fora d'água pula muito, fica super ativista, parece que está vivo.

Como vai a sua vida? Tá pulando, mas não vai bem, por que ele está morrendo. Por que ele está fora do porque ele foi criado. O ser humano sem Deus vive? Vive, só que vive pulando muito. Quem mora na cidade grande sabe o que é pular fora d'água, "uma correria". Como vai você? Vai morrendo, não vai vivendo. Se pudéssemos conversar com este peixe e perguntássemos: "Peixe como vai, vai vivendo? Não, vai morrendo". Só há vida, quando se vive em comunhão com o criador. Quando não se tem vida de comunhão com Deus, vai morrendo. Ele pula muito, é super ativista, tem que dormir com o som no ouvido porque não pode parar para pensar. É um peixe fora d'água. Nós fomos criados para comunhão. (1 Tm. 5:8; Sl. 23. 5; 128;3; 1 Co 10:21; Atos 2:42,43; Hb. 12:14; Rm. 12:18)

 

Comunhão horizontal:

 

Quando crescemos em comunhão com Deus, consequentemente nos relacionamos melhor com o nosso próximo. Para desenvolver nossa vida de comunhão com a família, é necessário de tempo, sobre este assunto estaremos tratando na sequência de nosso estudo. (1 Jo. 1.7)

 

TRONO - Deus no centro da vida (Sl. 127:1; 128:1)

 

         Alguém disse que dentro de cada um de nós, há um trono e uma cruz. No trono Jesus tem que estar assentado, e na cruz o meu "eu" deve estar crucificado. Na festa de casamento em Caná da Galiléia (Jo 2), o milagre de transformação só aconteceu depois que Jesus foi reconhecido como Senhor. Maria disse aos serventes: "Fazei tudo o que Ele vos disser" (Jo. 2:5b), e eles fizeram tudo como foi ordenado. Este é o segredo para experimentar este milagre de transformação no cotidiano, deixar Cristo se envolver como o Senhor da família. (Is. 6:1) Quando o Salmista diz: "Se o Senhor não edificar em trabalham os que a edificam..."  significa dizer que, todo esforço investido, sem deixar Deus reinar soberanamente é em vão. Nunca se esqueça que, quando o Senhor edifica é efetivo.

 

PORTA - Abrindo a sua vida para vida de Deus (Mt. 5:3; 11:29)

 

         "... aprendei de mim..." Só os que mantém a porta sempre aberta para aprender, crescem e fazem a diferença em um mundo de muita mediocridade. Para aprender é preciso Ter humildade para ouvir, veja o que diz Pv. 1:5 : "O sábio ouvirá e crescerá em conhecimento, e o entendido adquirirá sábios conselhos;". (Mt. 9:13; Jo 6:45; 1 Co. 14:31; 1 Tm. 5:4; 3:14; Hb. 5:8; Os. 4:6; Pv. 4:1; 5:11,12) Quem não ouve não cresce, não aprender e acaba se tornando um escravo da prórpia ignorância. Saber dize não sei, é uma atitude de pessoas com alma nobre.

 

         Conclusão:

         Com a vida de Deus, você pode Ter a mente renovada.

         Com a vida de Deus, você pode Ter as emoções transformadas.

         Com a vida de Deus você pode Ter a sua vontade controlada.

 

Segunda DOBRA: A MENTE.

 

         Deus quer que a nossa mente seja renovada. Existem problemas na área das afeições. É no psiquismo, nas emoções onde se acumulam os ressentimentos, as amarguras. Não existe casamento sem conflitos. "Jesus disse, no mundo tereis aflições". 

 

O início do processo de cura.

 

Há também aquele que dizem o meu problema é o outro, ou o diabo. Não vive os princípios de Deus e vive transferindo responsabilidade. É mais fácil transferir a culpa do que assumir.

Davi era um homem segundo o coração de Deus, e não porque era perfeito, mas sim, porque era honesto, praticava a verdade. O problema de Adão e Eva é que não assumiram. (Gn. 3.12) Este é nosso problema, não assumimos os nossos defeitos e culpas. Não temos praticado a verdade. Davi disse no Salmo 51, eu pequei, somente eu pequei... disse: eis que amo a verdade no íntimo, (Sl. 51:1). Deus ama a verdade do íntimo. Davi assumiu seu problema, não colocou a culpa na mulher, assumiu a si mesmo como o problema. "Eu sou o problema". Nós temos sido especialista em achar que o problema é o outro. Quando conversamos com o marido ele diz que o problema é a esposa, a esposa diz que o problema é o marido. Mas quando colocamos os dois diante de Jesus, ai então cada um diz: "Eu sou o problema".

         Floyd, diz que a culpa está no inconsciente. Marx, diz que o problema está na luta de classe e que é social. O fato é que todos tem um pouquinho de verdade, o diabo está envolvido de um jeito, o inconciente de outro jeito, a situação social, politica e econômica no mundo de outro jeito. O que precisamos é olhar de uma forma global. O lar é como uma cadeira de três pés. Se você quebrar um cai.

 

---------------------------www.familiaegraca.com.br ------------------------

 

Seja um parceiro do Min. Família Debaixo da Graça

Se você tem sido abençoado com estas mensagens, nos ajude a manter o site e os nossos programas na RedeTV, aos sábados, nos enviando uma oferta de R$ 15,00. Se as 26.000 pessoas inscritas no site, nos ajudassem com R$ 15,00 por mês, poderíamos fazer muito mais em favor da família através do site, rádio e TV. Você pode ser um dos nossos parceiros. Basta enviar sua oferta através do:

 Banco do Brasil - Ag. 4246-3 - C/C 7485-3

(Associação Família Debaixo da Graça)

CNPJ 05591329/0001-98

 

Pesquisar no site

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons Neil Armstrong2  Redação: Pastor Geciano Vieira