Só Jesus Cristo é o Senhor

DEUS VAI RESTOURAR TUA FAMILIA DO CATIVEIRO.

28/08/2012 21:58

 

TEMA: DEUS VAI RESTOURAR TUA FAMILIA DO CATIVEIRO.

TEXTO: Salmos 126:3 - Grandes coisas fez o SENHOR por nós, pelas quais estamos alegres.

INTRODUÇÃO: O Salmo 126:1-6. Aponta para o encerramento do cativeiro do povo Judeu no ano 538 aC. Trata-se da marcha da vitória em direção a Jerusalém, depois de 70 anos em cativeiro babilônico.  Deus é o autor da grande proeza.

O povo judeu, aos brados de júbilos, junto a Zorobabel, exprimia: “Grandes coisas fez o Senhor por nós, por isto estamos alegres”. Setenta anos de cativeiro estavam encerrados. Belsazar, o indomável monarca babilônico, estava morto.

Os ferrolhos de Babilônia para deter cativo estavam literalmente quebrados para sempre. Aleluia! As divindades sagradas de Babilônia, tais como Bel, Nebo, Nego.

 

O QUE É CATIVEIRO? Estado ou caráter de cativo.  Escravidão, servidão.  Opressão, tirania.

 

I.      A RESTAURAÇÃO COMEÇARÁ POR VOÇE. Sl 126:1, Quando o SENHOR trouxe do cativeiro os que voltaram a Sião, estávamos como os que sonham.

 DO Cativeiro Satânico – identificado em alguns tipos de doenças e na prática do pecado. Nesse tipo de cativeiro o homem ama e pratica o pecado.

DO Cativeiro Religioso – trata-se de um processo usado pela religião para prender suas vítimas em heresias, enganos, idolatrias, feitiçarias, etc.

DO Cativeiro do Homem Interior– Emocional, carnal, sentimental ou amoroso, etc.

 

I.              SUA FAMILIA: Salmos 126:5 - Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria. Salmos 126:4 - Traze-nos outra vez, ó SENHOR, do cativeiro, como as correntes das águas no sul.

 

O sul de Israel sempre foi marcado pela presença de desertos secos. Lá estavam os desertos de Judá Destacando os desertos de Berseba e o Neguev Dentre essas dificuldades, também estavam os riachos sempre secos aos olhos dos colonos do sul. Como precisavam das chuvas. Mas, não havendo chuvas, dependiam dos rios que, infelizmente, face à seca, nada podiam oferecer. Entretanto, em ocasiões chuvosas, era possível ver os colonos judeus, os proprietários de vinhas, oliveiras, trigais, figueiras.

II.   NOSSA CIDADE: Salmos 126:6 - Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos.

 

Aos brados de alegria e júbilo. Pois, AS CHUVAS além de dar vida aos desertos, uma vez que era possível encontrar por longo tempo GRANDES AÇUDES, ÁGUAS EM ABUNDÂNCIA REPRESADAS por outro lado, os rios tornavam-se transbordantes face à presença das chuvas no sul de Israel.

“Traze-nos outra vez, ó SENHOR, do cativeiro, como as correntes das águas no sul”. LIBERTAÇÃO deve ser vista com júbilos e alegria. A LIBERTAÇÃO deve ser recebida como CHUVAS TORRENCIAIS em terra seca e sem vida.

Mensagem Ministrada por o Pastor Geciano Vieira no Culto de Aniversario da Cidade

Voltar

Pesquisar no site

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons Neil Armstrong2  Redação: Pastor Geciano Vieira