Só Jesus Cristo é o Senhor

Apregoando no poder do Espírito Santo. II parte

25/02/2013 16:08

 

A importância do Evangelismo Pessoal na Vida da Igreja.
 
O que é evangelismo pessoal?
Definição: A arte de alcançar o coração.
O esforço individual que uma pessoa faz para levar a outra a Cristo.
 
Porque o evangelismo pessoal é importante?
Porque as pessoas vivem longe de Deus e não sabem como chegar a ele: João 10:16.
A salvação deles depende de nós. Deus nos chamou para anunciar as suas virtudes: 2 Ped. 2:9.
Deus ordenou essa tarefa para você e para mim: Rom. 10:14.
“Deus deseja que sua palavra de graça seja trazida ao coração de cada alma”. Isto deverá ser feito através do trabalho pessoal.
André. Um grande Exemplo no evangelismo pessoal.
 
1. O valor de cada pessoa: Ele trazia pessoas e não multidões para Jesus. Cada vez que o nome dele aparece, João 1:41, 42.
 Na multiplicação dos 5000 Pães, foi André que introduziu o menino para Jesus. (João 12:20-22).
13 vezes que o nome de André aparece no N.T., 6 deles é identificado como o irmão de Pedro. Seu nome aparece depois do de Pedro quatro vezes onde os 12 são mencionados.  É Pedro quem sempre aparece.
 O que seria de nossa igreja se as pessoas tivessem a mentalidade de André? Muitos cristãos acreditam que pelo fato de não poder falar a grupos grandes, ou por não ter dons na liderança, a sua tarefa não é evangelizar.
 
2. O valor do Serviço imperceptível: Ele não buscava o reconhecimento. Ele poderia ter escolhido maior visibilidade, já que foi dos primeiros a ser escolhido. Consideremos o seguinte:
 a) André era irmão de Pedro e o conhecia melhor do que nenhum outro. Ele sabia o que significava introduzir Pedro a Jesus.
  b) O nome de André nunca é mencionado nas discussões entre os discípulos sobre quem seria o maior. Tenha um verdadeiro espírito com coração de servo para agir como André agiu.
Vocês Já pensaram alguma vez nessa fé simples, mas poderosa de André?
De alguma maneira o achamos que o trabalho dos grandes evangelistas, a habilidade de pregar a grandes multidões tem maior significância do que "perder meu tempo" falando do amor de Jesus para o auditório de um.
 
Dentre todos os evangelistas, Cristo foi o maior evangelista pessoal. Ele preferiu o evangelismo com o auditório de uma pessoa. As melhores conversões foram das conversas com uma pessoa: A samaritana, Nicodemos Maria Madalena e tantos outros.
 
E qual foi o método de Cristo? Nunca foi o mesmo. Para Jesus a importância descansava na conversão do coração. Uma alma verdadeiramente convertida conduz a outras a Deus.
 “Jesus via em vida alguém a quem devia ser feito o chamado para seu reino”. Aproximava-se ao coração do povo misturando-se com ele como alguém que lhe desejava o bem-estar. Procurava-o nas ruas, nas praças públicas, nas casas, nos barcos, nas sinagogas, as margens dos lagos, nas festas... Manifestava interesse por elas.
 Convivia com o povo, Procurava-lhes fazer o bem, Mostrava simpatia, Supria às suas necessidades, Ganhava a sua confiança.
 
Então dizia: "Segue-me"    
Ele ia à procura das almas. "Nunca devemos esperar que as almas venham a nós. Precisamos procura-las onde estiverem." Em seus contatos, Jesus demonstrava genuíno interesse, difundia alegria, seu coração transbordava de amor e gozo, bondade e graça.
 
Jesus derrubava a oposição e o preconceito não com a argumentação, mas com sua vida.
A sua doutrina e crenças podem ser refutadas, mas uma vida santificada não tem refutação. A sua mensagem não era como granizo que destrói (o papa é a besta), mas como chuva fina que refrigera em tempo de seca.
 
"O Exemplo de Jesus para se aproximar às almas".
As exponha com simplicidade
Ilustrava-as com parábolas
Prendia-as mais pelo amor do que através de argumentos.
Evitava os debates
E quando tinha que repreender, tinha lágrimas em seus olhos.
 
Qualidades de caráter do evangelista pessoal: As seguintes características são imprescindíveis na vida do evangelista pessoal.
 
Conversão: O evangelho pessoal requer um íntimo relacionamento com Jesus. O nosso coração se entrelaça com o dele, nossa mente com a Sua; nossos atos com os Seus.
 I João 1:1, 2 Jesus vem a ser a nossa motivação, nosso estudo, nosso credo, nossa estratégia. Vem a ser o dínamo que motiva nossa vida.
 O amor para com as vidas pelas quais Cristo morreu: Aquele que é filho de Deus deve-se considerar um elo na grande corrente arrojada para salvar ao mundo.
 
Consagração: quantos Cristãos andam por si espalhando uma horrível impressão do Evangelho, dentre alguns deles há lideres.
 João 15:27: "E vocês também falarão a meu respeito, porque estão comigo desde o princípio." "Quando somos chamados seguir a Jesus, se nos chama a unir-nos a Ele em forma exclusiva.”.
 
Significa se colocar no altar de Deus diariamente
 Significa cortar todos os laços com o mundo para um completo serviço para Deus.
Significa se submeter à direção diária do Espírito Santo.
 
A Igreja deve ter verdadeira compaixão: Rom. 9:3: "Porque eu mesmo poderia desejar ser separado de Cristo, por amor de meus irmãos, que são meus parentes segundo a carne.”.
João Knox: "Dá-me Escócia, ó Senhor, ou pereço!”.
 
Uma vida pura: Pode uma pessoa que vive no pecado ganhar almas? Pode! Existem pastores de muito sucesso que por anos estiveram vivendo uma vida dupla.
Mat. 5:8: "Bem-aventurados os de coração limpo, pois serão os que verão a Deus". Significa:
Honestidade, Imparcialidade, Justiça, Misericórdia.
 
Conclusão
Decidir ser instrumento nas mãos de Deus
 A entrega completa da nossa vida e ser ao Senhor.
 O fervoroso desejo de comunicar aos outros o amor de Cristo.
 Agradecer a Deus pelo privilégio de ser um ganhador de almas.
 
Palavra ministrada pelo Pastor Geciano Vieira na Igreja Batista Ebenezer em Amarante Piauí
 
Voltar

Pesquisar no site

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons Neil Armstrong2  Redação: Pastor Geciano Vieira